quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Amazonino, MORRA, MORRA!



Xenofobia, desequilíbrio, despreparo e preconceito, são algumas das palavras que podemos nos referir ao ato praticado por este senhor, que infelizmente representa a bela cidade de Manaus-AM.

Sei que há outros acontecimentos envolvidos no vídeo postado para ocasionar tal situação, mas nada justifica tal ato, aliás há algo que justifica sim: o despreparo do povo brasileiro para escolher seus lideres.
Como nós podemos colocar pessoas desse tipo no governo, como conseguimos ainda aturar tais situações. Política não é brincadeira, é através dela que conseguimos melhorias para nós mesmos.
Adianta ficar reclamando que o transito é problemático, não há políticas públicas, não há boa vontade política para resolução de problemas, não há escolas, hospitais e/ou moradias? Se a responsabilidade disso é nossa.
Eu digo nossa porque mesmo quem enxerga diferente, vota consciente, acaba não fazendo muita coisa para contaminar o resto da população com o seu ponto de vista. O marketing político é o que manda, se tiver dinheiro, tempo na televisão, for bem articulado e passar imagem de bom moço a eleição está no papo, independente de quem for, dos seus princípios ou ideologia.
Gostaria muito que o Sr. Amazonino Mendes pagasse severamente pelo ato feito, mas sei que por causa do sistema dificilmente acontecerá algo a ele, e o sistema quem montou fomos nós.
Nas próximas eleições, peço encarecidamente, não se deixem influenciar pelo marketing político, se interessem de verdade sobre política, discuta, ouça a opinião de especialistas, contaminem a todos com seus pensamentos, não deixem isso continuar acontecendo no nosso país, isso é uma vergonha, é um atestado de incompetência para a nós mesmos. Se temos amor próprio cuidemos do nosso próprio umbigo, pois ele é diretamente afetado pelo que acontece na sua cidade, estado e país.
Não sou o dono da verdade, está é minha opinião, caso compartilhem ou não com ela deixem seus comentários...

Por Bruno Vieira.

Um comentário:

  1. Parabéns, boa análise do fato que muito envergonhou a nós amazonenses.

    ResponderExcluir